SMS

Social Media = Social Capital. Building Social Capital & Inclusion for Female Migrants through Social Media

O projeto ‘Social Media = Social Capital. Building Social Capital & Inclusion for Female Migrants through Social Media’ é financiado pela UE no âmbito das parcerias estratégicas Erasmus +, Educação de Adultos.

As mulheres migrantes e refugiadas são as mais afetadas quando se trata de se integrar em novas comunidades de acolhimento e expandir as redes sociais necessárias para obter emprego ou acesso a serviços de apoio. Por conseguinte, é necessário encontrar formas inovadoras de apoiar as mulheres migrantes / refugiadas para construir o Capital Social (construção de redes sociais para maior potencial individual) e as redes. O SMS pretende fazê-lo através do aproveitamento dos benefícios das redes sociais, e como ter acesso e competências nessas ferramentas, que podem abrir novas redes e possibilidades de integração social. O objetivo principal é desenvolver uma metodologia de aprendizagem inovadora (baseando-se em metodologias anteriores do Reino Unido), onde os aprendentes se envolvem em 6 módulos de competências específicas de redes sociais, seguidos de 5 conjuntos de reflexão de competências básicas - Mentoring Circles ™; e formar mulheres migrantes / refugiadas em competências de redes sociais digitais para melhorar a sua integração social nos países de acolhimento, e para promover as suas futuras perspetivas de empregabilidade e empreendedorismo.


Duração

Setembro - 2017 / Agosto - 2020


Grupos-alvo

Os beneficiários são mulheres migrantes que sentem que não estão inteiramente integradas na sociedade do país anfitrião.


Produtos e Resultados

  • Relatórios de pesquisa-ação sobre mulheres migrantes / refugiadas ilustrando os requisitos de formação e as lacunas nas competências em redes sociais.
  • Programa de Formação em SMS (baseado na metodologia de projetos anteriores coordenados pela Inova), incluindo Guias do Aprendente e do Facilitador e materiais de formação que serão testados duas vezes com o grupo-alvo.
  • Guia para as Redes Sociais para Mulheres Migrantes (um guia para dar poder às mulheres migrantes / refugiadas no uso de Redes Sociais para desenvolver seu Capital Social, bem como informações para organizações intermediários que trabalham com esses grupos).
  • Desenvolvimento de um E Learning hub (acesso a materiais de aprendizagem e uma área onde as participantes podem transferir a sua formação para outras, apoiando outras mulheres em competências de redes sociais).

Parceria

Coordenador:
se Internationella Kvinnoföreningen (Suécia)
Parceiros:

Website